“SALA DE ESTADO OCUPAÇÃO QUARTZOLIT”
CHARME NO QG DA MARÉ COM MISTER LELEY.

O Programa Maré na TV recebeu na ”Sala de Estado Quartzolit”, Oficina do Mago onde Funciona o Bloco Carnavalesco “A Magia Do Samba”, com o Melhor do Charme, “black music”, sob o comando de Mister Leley. O evento ocorreu no dia 13/06/2015, sábado, das 16:h00 as 22:h00 no Morro do Timbau.

O evento realizado na Rua Capitão Carlos 260, onde funcionava antiga fabrica de Cimento Quartozlit, deu lugar hoje a Comunidade da Portelinha, com mais de 500 moradores.

A seqüência das musicas em meio ao desfile de tropa do exercito e policia de ocupação, contrastava com carros de passeios, combates e transeuntes que desfilavam na Rua. O som afinado, equalizado, em simetria com a natureza, envolvia a tropa e os moradores, em dia de festejos em comemoração a Santo Antonio. Neste dia também se comemora o dia namorados, onde muita gente faz promessa para casório.

Dava para perceber passantes apressado, vestido de caipira, indo em direção a “Igreja dos Navegantes”, em “Uma Avenida Chamada Brasil”. Em certo momento, próximo do termino da apresentação lá para as 22:h00, um Grande Pelotão do Exercito e Polícia, se aproximava da “Sala de Estado” Prédio da Quartzolit”.

O Charme irradiava uma afinada melodia em sincronia com o ritmo da tropa, em que em passadas largas e batida de coturno, afinava-se com o ritmo do DJ. Dava para perceber a descontração de alguns, com sorriso estampado no rosto, curtindo aquele momento ao som de “REACH – Gloria Estefam”.

Com o Termino da apresentação do melhor do Charme. Uma recepção foi montada pelo Professor Ricardo Palheta, Reinaldo Cunha e o Mago da Magia do Samba, para visita inloco as dependência do “QG”.

No final da apresentação, Dj Leley, concedeu uma entrevista exclusiva para o programa “Maré na TV”, dando suas impressões sobre a “Ocupação Militar”, e prováveis mudanças em face da especulação imobiliária com a possível “Ocupação pela UPP”.

Para Leley, muitos moradores não tem noção dos custos de moradia. Isso pode fazerem migrar para outros territórios diversos da sua origem. “Esse fenômeno de “Gentrificação”, aconteceu na Comunidade Santa Marta, Chapéu Mangueira e Babilônia no Leme. E isso também pode acontecer aqui no TIMBAU, ponderou. “Os moradores devem resistir e aqui permanecer, senão vão dar lugar aos gringos que compraram barato suas residências, expulsando-os, como aconteceu também no “Vidigal”. “A luta, resistência dos moradores é “ato continuo” de “eterna vigilância” e não pode vacilar”, concluiu.

Em despedida no “Trailer da Baiana”, recebeu um convite inesperado de voltar para comer um cozido especial. “Voltarei e trarei amigos para saborear o que tem de bom na Maré. Aqui se come bem, barato e com qualidade. Veja o que esta escrito ali: almoço sete reais. No rio, na cidade, almoçasse caro e sem a qualidade. Veja o tempero Especial da Baiana?. Aqui você prova um tempero com amor, não tem igual”, satirizou.

 

Reportagem e Fotografia: Reinaldo de Jesus Cunha


Filie-se a ASFUNRIO
Apenas R$9,60

ASFUNRIO - Trabalhando Por Você!
Departamento Jurídico
Consulta com hora marcada

Ligue:
2524-0067 - 9857-1741
e-mail: asfunrio@asfunrio.org.br
Copyright© 2002/2015 - ASFUNRIO - Associação dos Servidores da SMDS e Fundo Rio
Visualização Mínima 800x600 melhor visualizado em 1024 x 768
Web Designer: Leonardo Lopes